quinta-feira, 2 de setembro de 2021

Sobre os Trânsitos da Primeira Semana de Setembro de 2021

O mês de setembro inicia com enfoque no elemento ar. Além dos dois cronocratas, Júpiter e Saturno, que estão colocados em Aquário, temos Mercúrio e Vênus posicionados em Libra.

Mercúrio saiu do seu domicílio e exaltação, em Virgem, e ingressou em um signo que lhe concede a dignidade de triplicidade noturna. O astro mensageiro se sente à vontade em sua expressão nas moradas de ar.

Mercúrio estava ao lado de Marte e o recebia em sua fortaleza. Agora é recebido por Vênus e goza de sua companhia e virtude. Se trata de um momento mais auspicioso para a lavratura de documentos e associações. É bom para a arte e acordos na seara afetiva, promovendo harmonia.

Vênus avança por Libra e se aproxima de duas configurações benéficas. A primeira é a conjunção com a afortunada estrela Spica, da constelação de Virgem. A proximidade das duas estrelas, errante e fixa, já pode ser observada no céu.

O menor astro benéfico também formará um trígono com Júpiter em Aquário. Os contatos fluentes das duas estrelas moderadas e benéficas sempre são afortunados. Indicam sorte, concórdia e felicidade.

Vênus em domicílio, com Spica e em trígono com Júpiter, pode ser excelente para o início de empreendimentos de ordem afetiva ou espiritual. Observar sempre os locais e configurações da Lua para o dia desejado.

A predominância do elemento ar favorece as ideias, o diálogo e a racionalidade. O Sol e Marte, que são ígneos, quentes e secos em suas propriedades essenciais, estão em Virgem, um signo de terra e regido por Mercúrio.

Não é o momento para movimentos abruptos. O cálculo, a razão, os detalhes e os pés no chão devem ser mantidos nos momentos decisórios mais importantes de nossas vidas.




quarta-feira, 11 de agosto de 2021

Os Trânsitos do Céu de Agosto de 2021

Hoje, em seu dia de regência, Mercúrio deixa o signo de Leão e ingressa em Virgem, seu domicílio e exaltação. Bom augúrio para temas mercurianos, como a comunicação, a escrita e os estudos.

Em Virgem, Mercúrio recebe e se aplicará por conjunção a Marte na próxima semana. Esta união está ligada à sagacidade e à astúcia. Em sua pior manifestação, pode representar fraudes e enganos.

Enquanto Mercúrio se aproxima de sua morada, Vênus se despede de Virgem, onde experimenta a debilidade maior de queda. Na semana vindoura ingressará em Libra, seu domicílio diurno. Uma promessa geral de melhoria e afortunamento para temas amorosos e que requeiram entendimento e concórdia.

Considerando a presença do Sol em Leão e de Saturno em Aquário, já separados da oposição, teremos quatro planetas em suas dignidades maiores. Se abre uma janela interessante para eletivas na próxima semana, conforme as boas configurações lançadas pela Lua aos astros domiciliados.




terça-feira, 27 de julho de 2021

Os Trânsitos da Última Semana de Julho de 2021

Esta semana será marcada por três planetas trocando de signo. O primeiro deles é Mercúrio, que hoje à noite sai de Câncer e ingressa em Leão. A expressão mercuriana melhora ao se colocar em um signo de fogo. As moradas de água costumam representar algum tipo de debilidade na expressão de Mercúrio. Câncer, Escorpião e Peixes são signos mudos e o astro mensageiro governa a comunicação.

Em Leão, Mercúrio terá o Sol em seu domicílio como seu planeta dispositor. No primeiro dia de agosto, estará no coração do luminar diurno, experimentando a condição de astro cazimi. Mercúrio, assim como Marte, tolera bem os malefícios da combustão.

Júpiter deixará o signo de Peixes amanhã. Em seu movimento retrógrado, retorna para Aquário e assim permanece até dezembro. Quando estivermos prestes a comemorar a entrada do ano de 2022, Júpiter voltará ao seu domicílio. Este breve período de Júpiter em Peixes marcou a estabilização da grande onda da pandemia em 2021, seu arrefecimento e a aceleração na produção, distribuição e aplicação de vacinas. Os dois cronocratas posicionados em suas dignidades celestes maiores ajudam a representar uma tonalidade de maior equilíbrio e controle da doença.

Na quinta-feira, Marte sai de Leão e vai para Virgem. O menor astro maléfico perde calor e ganha a dignidade de triplicidade nesta casa de Mercúrio. Antes disso, forma uma oposição com Júpiter em Aquário. Os contatos duros entre Marte e Júpiter podem se materializar na expansão do calor e da secura. Falo de incêndios e explosões. A Lua estará em Áries neste dia, formando um trígono com o Sol em Leão.

O Sol em Leão já se configura por oposição a Saturno em Aquário. O aspecto perfeito ocorre daqui a uma semana. Aqui temos dois reis sentados em seus tronos e desafiando um ao outro. Uma representação de conflitos pelo poder e desafios às autoridades. Chama a atenção o fato da oposição se dar exatamente no eixo de casas IV-X da carta da posse de Jair Bolsonaro. Também ativa a oposição Marte-Saturno do último ingresso solar em Câncer.




segunda-feira, 19 de julho de 2021

O Milagre do Rio Hudson – A Natividade do Comandante Sully

Há poucos dias assisti ao filme Sully – O Herói do Rio Hudson, dirigido por Clint Eastwood e estrelado por Tom Hanks, de 2016. O longa aborda a história do voo 1549 da US Airways, de 15 de janeiro de 2009. Logo após a decolagem, em Nova York, a aeronave teve os seus dois motores atingidos por aves e precisou fazer um pouso de emergência.

O piloto, com grande experiência e maestria, conseguiu colocar o Airbus A320 em segurança nas águas do Rio Hudson, salvando todos os passageiros e a tripulação. O filme me fez lembrar das notícias da época, do pouso inacreditável e perfeito. A grande atuação de Hanks também me motivou a buscar mais informações sobre a biografia e a carta natal de Chesley Sullenberger, o notável comandante Sully.




Nascido em 23 de janeiro de 1951, às 05h06min, em Denison, estado do Texas, conforme dados do Astrodatabank, Sully foi cadete da força aérea dos Estados Unidos e piloto de voos comerciais durante mais de trinta anos. Após o evento de 2009, atuou como especialista e conselheiro junto a órgãos governamentais de aviação norte-americanos. Recebeu grandes honrarias, incluindo homenagens dos ex-presidentes George W. Bush e Barack Obama. Foi considerada uma das pessoas mais influentes do ano de 2009, pela Revista Time.

A carta natal de Sully apresenta o ascendente em Sagitário, com Júpiter domiciliado em Peixes, na casa III e em conjunção com Marte. Na casa I encontramos Mercúrio em Capricórnio, em seu júbilo e projetando seus raios com senhoria ao meio do céu, onde possui dignidade de triplicidade e termo.

O astro mensageiro se apresenta como o significador de ofício mais bem disposto na natividade. É o planeta oriental, livre dos raios do Sol, que faz a sua aparição matutina antes do amanhecer. De acordo com Valens, Mercúrio e Saturno são planetas aliados. Ptolomeu afirma que Mercúrio, ao ocupar as moradas de Saturno, predispõe os seus nativos aos mais variados dons. Mercúrio está se aplicando por quadratura a Saturno, com recepção. As angulações que envolvem Mercúrio e Saturno nas cartas natais, por bom aspecto ptolomaico ou com recepção, propiciam estudo, maestria e ofício zeloso.

Vênus é o planeta regente da casa X e está colocada em Aquário, na casa II. É interessante ressaltar que o senhor da décima casa, que fala sobre ofício e carreira, esteja disposto em um signo de ar na natividade de Sully. Libra é o signo da culminação e também pertence à triplicidade de ar. Saturno aparece exaltado em Libra, no décimo signo, na casa IX e com poder de regência sobre o meio do céu. O Sol, classicamente ligado à profissão, de acordo com Ptolomeu, também ocupa um signo de ar. O luminar diurno está em Aquário, na segunda casa.


Carta Natal de Chesley Sullenberger - 23/01/1951, às 05h06min, Denison-TX - EUA.

A profissão pode ser vista pela abundância de significadores colocados em signos de ar. Mercúrio, o significador de ofício, ocupa um signo cardinal e uma casa angular. É o regente da casa IX, que fala das grandes viagens. Lilly, dentre outros autores clássicos, relacionam os signos cardinais e suas proeminentes colocações nos céus daqueles que viajam muito. Júpiter, o regente do ascendente, está na casa III, denotando o foco e o gosto pessoal pelas viagens e deslocamentos. Também indica sorte nesta área da vida.

Na carta natal de Sully não vislumbramos configurações aflitivas que representem eventos violentos e morte não natural. A presença de Marte e Saturno no eixo de casas III-IX acena para o perigo em viagens. Todavia, pelas suas dignidades e boa disposição no tema natal, os dois astros maléficos essenciais se abstém de representar os piores danos. Percebam que nenhum dos dois rege casas perigosas na natividade, como a VI, VIII ou XII.

Saturno exaltado no décimo signo não negou ou retirou a fama. Pelo contrário, concedeu-a por seu feito, fruto de um trabalho competente e exercido por décadas. Se tomarmos a Parte da Fortuna como o ascendente de uma carta divisional, conforme a técnica de Vettius Valens, Júpiter, o maior astro benéfico e o regente do ascendente da carta, forma um ângulo de décima casa com o lote. Afortunado em seu domicílio e no mesmo hemisfério do Sol, Júpiter bonifica o ofício, a carreira e concede boa fama.

Em um ponto de vista estritamente literal, o comandante Sully teve a maior sorte do mundo na água. Júpiter em Peixes, regente do ascendente, domiciliado e angular à Parte da Fortuna. Esta viagem foi curta – casa III – e terminou da melhor forma possível: um acidente fatal foi convertido em sobrevivência e alegria. O piloto precisou ser ousado também. Penso que esta característica pode ser depreendida da conjunção que o regente do ascendente se envolve com Marte, o senhor da casa XI, o local do bom espírito.

O Almuren Figuris da genitura, conforme Abraham Ibn Ezra, é Saturno. Ele é o planeta dispositor do Sol, Vênus e Mercúrio. É o astro mais elevado da carta e contemplado com a luz dos dois luminares. Saturno costuma indicar distanciamento e dificuldades como Almuten Figuris. Todavia, também evoca a natureza do tempo, a contemplação e o dom da sabedoria. O bom estado cósmico de Saturno na carta natal de Sully agrega esses bons predicados para o seu guardião pessoal.

O evento de 2009 ocorreu durante a Firdaria de Mercúrio, que iniciara em 2008. O astro mensageiro está angular e jubilado na primeira casa da carta, governa as casas VI (acidentes) e IX (viagens) e tem a palavra sobre a profissão do nativo. Mercúrio tem o apoio de Saturno, seu planeta dispositor que experimenta bom estado celeste no mapa natal e de Júpiter, o planeta regente do ascendente, dos seus termos, para o qual lança um sextil e está domiciliado. Os temas mercurianos são resguardados, chegam a um bom fim e os maiores males são evitados.


Firdaria de Chesley Sullenberger (firdaria.com).

No período revolucional de 2008, a Profecção do ascendente de Sully chega ao signo de Virgem, casa IX radical e o local da Cauda Do Dragão na natividade. Mercúrio acumula mais poder, pois se torna o planeta regente do ano. Saturno, que aparece colocado em Virgem no mapa de Revolução Solar, também participa dos acontecimentos do período.

Mercúrio aparece disposto em Aquário, na casa IV, conjunto ao Nodo Norte, se aplicando por trígono a Marte em Gêmeos na casa VIII. Aqui, temos uma indicação de perigos e acidentes no período, pela presença de um maléfico na casa VIII e pelo fato do planeta regente do ano governar a oitava casa. Mercúrio, entretanto, recebe Marte, controlando o pequeno maléfico e mitigando a pior representação de seus males. O meio do céu natal aparece projetado na maléfica casa casa XII. Na carta revolucional, o local da culminação corresponde à casa VIII natal de Sully.


Carta Revolucional de Chesley Sullenberger - 2008/2009.

Apesar dos testemunhos citados, que inclinam para a possibilidade de perigos e acidentes envolvendo o nativo, não existem configurações dramáticas envolvendo o planeta regente do ano, caso das conjunções, quadraturas e oposições sem recepção com Marte e Saturno. São sutilezas que indicam o perigo, mas não há a sinalização da magnitude do acidente evitado e da fama vindoura. Podemos encontrar estas respostas no mapa de Revolução Solar de 2009.

A Profecção do ascendente chega a Libra, casa X natal de Sully. Saturno está em Libra na natividade e, com senhoria neste local, pode ser tomado como o regente do ano. Na carta revolucional, o grande maléfico ocupa o signo de Virgem, casa IX natal e VIII revolucional. O meio do céu natal se dirige para a casa IX revolucional. Por Direções Primárias, a Lua havia cruzado o meio do céu natal e se dirigia pela casa X, que corresponde ao signo ascendente profectado em 2009.

O ascendente anual é Capricórnio e corresponde à casa II natal. Mais poder para Saturno. Neste mapa de Revolução Solar encontramos muitos planetas colocados na primeira casa do tema, pressagiando eventos que afetam direta e incisivamente o nativo.


Carta Revolucional de Chesley Sullenberger - 2009/2010.

Mercúrio, o senhor da Firdaria, volta para a primeira casa e forma uma conjunção com Marte, que o recebe no signo de sua exaltação. Marte governa o meio do céu anual e está angular, exaltado e posicionado em um signo cardinal, indicando movimento e pluralidade de eventos profissionais atingindo a esfera pessoal de Sully. Além dos dois astros citados, a primeira casa revolucional abriga o Sol e Júpiter, que formam conjunção com a Cabeça do Dragão.

O grande enaltecimento da natividade do comandante Sully nos inclina a procurar por estrelas fixas poderosas em sua carta natal. A Lua, luminar condicional do tema, não está conectada a nenhuma estrela fixa poderosa. O Sol, que dispõe da Lua e tem palavras a dizer sobre o ofício, está com Altair, estrela da natureza de Marte e Júpiter para Ptolomeu e que indica honras públicas e notoriedade quando está bem configurada com o luminar diurno.

A Parte da Fortuna, colocada no vigésimo terceiro grau de Gêmeos, está em conjunção com a estrela Capella. De acordo com Ptolomeu, esta estrela possui a natureza de Mercúrio e Marte, e concede aos seus nativos honra, riqueza, eminência, renome e posição pública de confiança.

Encerro por aqui a leitura e a análise preditiva da carta natal de Chesley Sullenberger, o comandante Sully. O feito histórico realizado pelo piloto em 2009 encontrou o lugar no céu de sua natividade e nos movimentos que a colocaram em uma posição capaz de obter tal magnitude de reconhecimento no mundo.

sexta-feira, 25 de junho de 2021

O Ingresso Solar em Câncer em 2021

Na noite do último domingo, ocorreu o ingresso do Sol no signo de Câncer. É um dos dois solstícios anuais, marcando o início do verão no hemisfério norte e a entrada do inverno nas latitudes do sul.

A carta, levantada para Brasília-DF, às 00h32min, apresenta o ascendente em Áries, no mesmo grau da carta do ingresso de março. Marte, regente por domicílio e face do ascendente e lançando um trígono a este local, é o senhor do período.


Carta do Ingresso Solar em Câncer - 21/06/2021, às 00h32min, Brasília-DF.

Marte está colocado em Leão, na casa V e se aplica por oposição a Saturno em Aquário, retrógrado na casa XI. Aqui temos uma representação de povo ou país versus seu governante. O senhor do ascendente forma uma oposição com o planeta regente da décima casa.

O Poder Executivo é representado por Saturno, que recebe a oposição de Marte. Saturno, além de reger a casa X, tem poder sobre a XI, a qual ocupa. Pode ser a figura do Presidente se valendo de sua influência no Poder Legislativo.

As aflições que Saturno recebe de Marte e da Lua impõem antipatia popular e fortalecem a oposição sobre o governo. A Lua aparece em Escorpião, na casa VIII, transferindo os raios de Marte por quadratura a Saturno. O discurso se endurecerá diante dos desdobramentos fatais da pandemia em curso.

O Sol está angular, assim como ocorreu na carta do ingresso solar em Áries. De acordo com William Ramesey, quando o Sol está na casa IV e ocupa um signo de água em um tema de ingresso, se deve esperar por um clima mais seco predominante. Marte, como o senhor do período e se envolvendo por aspecto aflitivo com Saturno, também denota a escassez de chuvas.

As oposições entre Marte e Saturno costumam se relacionar em Astrologia Mundial com o rompimento de estruturas. Falo da própria crosta terrestre, de pontes e prédios, em um sentido mais literal. Também pode representar as revoltas e os levantes contra governos constituídos e figuras detentoras de poder.

Ontem ocorreu a queda de um prédio em Miami, nos Estados Unidos. Se analisarmos a carta do ingresso solar em Câncer para Washington, capital norte-americana, a oposição Marte-Saturno ocorre no eixo de casas I-VII. Quando estão colocados nos ângulos, os dois astros maléficos têm maior propriedade para indicar acidentes severos. Neste caso, estou considerando os signos inteiros e me apegando pouco a orbe dos planetas.


Carta do Ingresso Solar em Câncer - 20/06/2021 - às 23h32min - Washington-DC - EUA.

Sobre a pandemia, duas configurações são desfavoráveis. Marte, o senhor do período, se aplica por oposição a Saturno, um significador essencial de mortalidade. A Lua, que representa as pessoas em geral, está colocada no signo de sua queda, em Escorpião, na casa VIII, ligada às duas infortunas.

Em termos positivos, encontramos Mercúrio, regente da casa VI da carta de ingresso, no seu domicílio em Gêmeos, na casa III e com a Cabeça do Dragão. A cadência, retrogradação e a ausência de maiores aflições a Mercúrio são positivas para representar uma amenização da pandemia. Júpiter rege e ocupa a casa XII. Está em Peixes e em movimento retrógrado. Pode atestar favoravelmente para uma melhoria das condições hospitalares. Como temos indicações conflitantes, há de se ter cautela.

A Economia parece bem. Vênus governa a casa II e aparece na casa IV, angular e livre de aflições. É boa para representar negócios e mais dinheiro à disposição do povo. O agronegócio deve fomentar a riqueza nacional mais uma vez.

Estas eram as minhas colocações acerca do ingresso solar em Câncer. Não deixem de acompanhar também o meu conteúdo exclusivo no Facebook, Instagram e Youtube. Até breve, leitores!